• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

PEC 32/2020 pode ser votada nesta terça (21); Servidores resistem

Diversas ações serão realizadas hoje (20) e na terça (21), data em que a PEC 32 pode ser votada na Câmara. CUT e demais entidades destacam importância da participação de todas e todos nas mobilizações

Publicado: 20 Setembro, 2021 - 11h29 | Última modificação: 20 Setembro, 2021 - 11h43

Escrito por: CUT-DF

notice

Após pressão da CUT e de diversas entidades, a votação da PEC 32/2020 ─ reforma administrativa ─ que estava prevista para acontecer na quinta (16), foi adiada e pode ocorrer nesta terça-feira (21), na Câmara dos Deputados. Neste sentido, servidoras públicas e servidores públicos preparam uma série de ações, em Brasília, para barrar a proposta.

Ainda nesta segunda (20), a partir das 16h, a categoria recepcionará os parlamentares no Aeroporto JK. A mesma ação será realizada na terça (21), a partir das 7h. O objetivo é pressionar as deputadas e  os deputados a votarem contra o projeto bolsonarista que significa o fim da prestação de serviços públicos no país.  

Outra ação importante será realizada também na terça ─ dia previsto para votação da PEC. A partir das 14h, a CUT-DF e movimentos que representam o  funcionalismo público no DF realizarão ato em frente ao Anexo II da Câmara dos Deputados.

"Nas últimas semanas, Brasília foi palco de grandes mobilizações contra a PEC 32. É fundamental que sigamos em unidade, mobilizados  para que, assim, derrotemos esse danoso projeto. Por isso, é de extrema importância a participação de todas e todos nas ações convocadas pela CUT e demais entidades", disse o presidente da CUT-DF Rodrigo Rodrigues.

Confira a programação das mobilizações

SEGUNDA-FEIRA | 20 de setembro

16h - recepção dos parlamentes, no Aeroporto JK

TERÇA-FEIRA | 21 de setembro

7h - recepção dos parlamentes, no Aeroporto JK

14h - Ato, no Anexo II da Câmara dos Deputados

Saiba como estão ocorrendo as mobilizações

A luta continua: Servidores vão ocupar Brasília na semana que vem contra PEC 32

Governo teme derrota e votação da PEC 32 é adiada para terça-feira (21)