MENU

Mobilizadas, mulheres do DF e entorno já começaram a planejar o 8 de março

CUT-DF orienta sindicatos filiados a realizarem atividades de acordo com as necessidades das categorias

Publicado: 09 Fevereiro, 2024 - 16h57 | Última modificação: 09 Fevereiro, 2024 - 17h24

Escrito por: Marina Maria

notice

O 8 de março das trabalhadoras vem aí! E as mulheres já estão se organizando para fazer desta data de luta um marco na capital federal. As reuniões do coletivo de mulheres da CUT-DF e do movimento 8 de março unificadas DF e entorno definiram algumas das diretrizes da atividade, que deve acontecer ao longo de todo o dia, com momentos de debate, apresentações culturais e ações políticas. 

No coletivo de mulheres da CUT, também foi discutido o planejamento da pasta para o primeiro semestre do ano de 2024, que inclui formação, debates, diálogo com os sindicatos de base, e outras ações. 

“Temos o entendimento de que é preciso que os sindicatos também realizem as suas atividades voltadas para as bases, levando em conta a realidade e necessidade de cada um. Convidamos as entidades CUTistas a fazer destes meses de fevereiro e março um tempo de diálogo, formação e escuta dessas mulheres, que são a base da sociedade” explicou a secretária da Mulher Trabalhadora da CUT-DF, Thaísa Magalhães. 

Para Thaísa, o 8 de março é uma “catarse”, e a concretização do trabalho de mobilização e conscientização que acontecem antes. Por isso, é necessário que desde já as entidades comecem a planejar as suas ações. 

A CUT-DF orienta os sindicatos filiados a registrarem as atividades realizadas para as mulheres trabalhadoras e enviarem para que possamos dar divulgação e visibilidade às mesmas.