MENU

Dirigente da CUT nomeada secretária nacional dos direitos da pessoa com deficiência

"Somos milhões que estão com o presidente Lula e com o ministro Silvio Almeida para transformar esse país em território acessível e inclusivo para todas as pessoas, sem deixar ninguém para trás".

Publicado: 06 Janeiro, 2023 - 11h54 | Última modificação: 07 Janeiro, 2023 - 09h29

Escrito por: Vanessa Galassi

notice
Conta do Instragram de Anna Paula Feminella

Anna Paula Feminnela estará à frente da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, integrada ao Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania. Dirigente da CUT-DF, Feminella disse assumir a “responsabilidade imensa” para fazer avançar a conquista de direitos humanos para as pessoas com deficiência.

“São muitas as demandas represadas nesses seis anos de golpe contra as classes populares. São muitas as urgências e tensões, mas o melhor de tudo é saber que somos milhões que estão com o presidente Lula e com o ministro Silvio Almeida para transformar esse país em território acessível e inclusivo para todas as pessoas, sem deixar ninguém para trás”, disse a ativista de Direitos Humanos desde os anos 90, feminista, pesquisadora e servidora pública Anna Paula Feminnella em uma rede social.

A nova secretária nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência é especialista em Gestão Pública pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e em Educação Física Escolar pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996). Possui graduação em Educação Física pela Universidade do Estado de Santa Catarina (1994).

Ela foi assessora da Secretaria-Executiva da Secretaria de Governo da Presidência da República, representou a Secretaria de Governo da Presidência da República no Grupo Interministerial de Avaliação e Monitoramento do Plano Viver Sem Limite. Tem experiência na área de Educação, Inclusão de Pessoas com Deficiência e Gestão Pública.

De julho de 2014 a julho de 2016, Feminella também atuou na coordenação do Programa de Inclusão de Pessoas com Deficiência na Presidência da República e no Programa de Inclusão de Pessoas com Deficiência da Escola Nacional de Administração Pública. É servidora efetiva da Escola Nacional de Administração Pública há mais de uma década. Desde 2021, é coordenadora local de pesquisa nacional da Fundação Oswaldo Cruz sobre “O Conhecimento da Atenção Primária em Saúde sobre Deficiência”. Ministra palestras, oficinas e cursos referentes aos direitos das pessoas com deficiência em órgãos públicos e movimentos sociais, em diferentes contextos.

Nascida em Florianópolis em 1972, Anna Paula Feminella é mãe de Emiliana, e viveu a experiência da gravidez na cadeira de rodas, após um acidente em 2003 torná-la paraplégica.

 Com informações do Diário PCD